16 de fevereiro de 2012

Voos mais altos...




Estava eu, pensando com meus botões, é. Eu penso muito. Ás vezes fico admirada com a minha capacidade de viajar em meus pensamentos. Pode-se dizer que sou quase prima do Bobby, sim, aquele garoto do desenho. Vocês com certeza, já ouviram falar dele:  O Fantástico Mundo de Bobby!

Lembraram?

Pois é, eu penso tanto que me canso de pensar...

Enfim, ultimamente ando analisando algumas coisas. Uma em especial, vem tirando minha quietude: qual é o momento certo para alçar vôos mais altos?

Mas, será que existe “o momento certo”

Talvez não. O tal “momento certo” somos nós mesmos que buscamos. O que não pode acontecer é se acomodar diante de uma situação desconfortável. Digo no aspecto profissional, entretanto, serve para qualquer área da sua vida.

Venho lutando contra o comodismo durante algum tempo. Se tá bom eu fico e, se não tá, fico também.

Errado? ABSURDAMENTE errado!

É a mesma que traçar um objetivo e lutar contra ele; nadar contra maré e correr no sentido contrário dos seus sonhos.

Essa vontade de libertar-me do bendito comodismo, vem aflorando em mim ultimamente.

Tenho medo de arriscar, penso novamente com meus botões e quem não tem?

Todos nós temos! Infelizmente a vida não nos pompa das amargas decepções.

Dizem que isso faz parte do pacote.

Quem arriscar não petisca, não é assim o ditado?

Do projeto mais bem elaborado, do fantasioso Mundo de Bobby que seja. Ás vezes, é preciso se lança num vôo mais alto.

Então lá vou eu voar...

Se cair, Reconhece a queda e não desanima. Levanta, sacode a poeira. E dá a volta por cima, assim dizia o saudoso sambista.

Beijos,
ઇ‍ઉ Érica Lopes

11 comentários:

Aione Simões disse...

Oi flor!
Também costumo pensar e muito e, já que é assim, vou compartilhar um pouco dos meus pensamentos com você!
Todos nós realmente sentimos medo, mas, o que não podemos fazer, é deixá-lo nos barrar.
Você está certa, temos que correr atrás do que queremos e aproveitar as oportunidades que aparecem. Se for o caso, devemos até criá-las! Mas também acredito que para tudo haja um momento certo. Ao meu ver, isso significa que, se tentarmos e não conseguirmos, é porque não era para ser ou simplesmente não era o momento. Quando nos esforçamos para conseguir algo e é a hora disso acontecer, pode acreditar que vai acontecer.
Então, quando algo "indesejável" nos acontece, não podemos desistir, é questão de ter fé e acreditar que tem alguém lá em cima olhando por nós e que sabe muito bem o que faz. Nem sempre o que queremos representa o melhor pra nós mesmos!
Como nada cai do céu, não adianta nada ter alguém cuidando de nós se nós mesmos não fizermos nada para nós. Então é questão de correr atrás sempre, independente dos resultados.
Plantando coisas boas, só podemos colher coisas boas!
Beijão!

Thaís Cavalcante disse...

Pois é Érica, como dizia Renato Russo: "Quem acredita sempre alcança".

Ultimamente tenho passado por uma situação que precisa de uma decisão muito minha, preciso abrir mão de trabalho e muitas outras coisas, mas é um sonho sabe? Se temos que voar, precisamos criar asas e cortas alguns vínculos, felizmente ou infelizmente. Temos que aproveitar bastante enquanto somos jovens e temos como escolher o caminho que tomarmos.

Um beijão,
Pronome Interrogativo.
http://www.pronomeinterrogativo.com

Blake disse...

Acho que ter medo é algo comum. Sempre temos medo de alguma coisa, por mais trivial que seja, o medo sempre nos alcança e acaba por alojar-se em nossa mente.
Agora, o medo de ir adiante, de fazer ou batalhar por algo, é o pior medo que podemos ter! Esse, a gente têm que chutar e seguir adiante!

BjO
http://the-sook.blogspot.com/

Jacqueline Braga disse...

Oi amiga linda.
Sabes que não és a única que vive no mundo da lua pensando...rs Olha, eu penso tanto, que isso chega a me tirar o sono, sério.
Fico pensando como seria minha vida se eu tivesse feito algumas escolhas diferentes, como seria se eu tivesse ido em frente com os meus planos. Enfim, e no meio dos meus devaneios eu sonho, sonho com o futuro que eu quero pra mim.
Acho que eu uso muito a desculpa de: não foi o momento certo para acontecer, e acabo esquecendo de correr em busca dos meus objetivos. Seu texto veio na hora certa de encontro com os meus pensamentos, e acho que eu preciso arriscar mais, mesmo que talvez eu caia, acho que a queda sempre nos ensina algo.
BJos

Érica Patricia Lopes disse...

Mi, obrigada por dividir seu pensamento comigo, pensamento muito lindo! Me refletir e muito ^^

Thaís, exatamente! Temos que aproveitar o agora, se deixarmos passar, fica cada vez mais difícil as escolhas.

Blake, falo tudo!!!!

Jac, ainda bem que não sou a única né? rs fico feliz que tenha vindo em boa hora o texto!

Meninas, muito obrigada pelo sábios comentários :D

Fernanda Souza disse...

Amava o Bobby rsrs
Tenho refletido muito sobre a busca dos meus sonhos e se eu realmente tenho buscado os sonhos certos.

Beijos
Leitora Incomum

Evy disse...

Super me identifiquei com esse post...
Estou há dias pra postar algo parecido, pois passei por isso muito recentemente.

O comodismo realmente é uma coisa ruim e se junto com ele caminhar o medo de arriscar a coisa fica ainda pior...

Graças à Deus eu tive coragem de arriscar e por enquanto está dando certo!

Espero que você consiga voar tão alto quanto deseja!

Um grande beijo

Neiva Meriele disse...

Amiga não tenha medo de voar mais alto, sei que é difícil. Eu sou do tipo mais determinada e acabo caindo muitos tombos mas não desisto jamais, sou persistente ao extremo. Acredite em você mesma, que é capaz, que vais conseguir... seja lá o que for que desejas. Beijos

Mireliinha disse...

Texto tão cheio de sentimento... Me fez ficar refletindo do lado de cá, viu?!

Linda inspiração, prima! :D

:*
Mi
Inteiramente Diva

Marco Antonio disse...

Boa noite Érica,

Decisões não são fáceis de tomar mas são necessárias e tudo tem o seu tempo, parabéns pelo post...abçs.

http://devoradordeletras.blogspot.com/

Débora disse...

Oi Érica! Entào, eu tenho medo de voar...
Tenho medo de cair, sendo que cair nos ensina muita coisa, acho que isso é um falho defeito humano =/
Mas, como colocado aí, levante, e sacode a poeira! Há um mundo inteiro nos esperando lá fora!

Beijos, até mais flor!

 

Primeiro Livro © 2012 - Todos os Direitos Reservados. Amanda Cristina