4 de fevereiro de 2013

Silêncio





Dê a todas pessoas seus ouvidos, mas a poucas a sua voz.


Adoro o silêncio! Posso passar horas e mais horas sem dizer uma palavra. O fato de ter crescido sozinha, contribuiu com certeza. Não sou nada falante, até gostaria de ser, deve ter lá suas vantagens... conheço gente que fala pelos cotovelos – eu fico pensando como elas conseguem falar tanto? Será que a língua não dói? É no silêncio que eu me encontro e muitas vezes me perco. Geralmente, pessoas caladas – pensa além do normal. Uma bobeira, quem pensa demais não vive.

Gostar do silêncio não significa: amar ouvir música, conversar com meus amigos, viver na solidão. Pelo contrário, amo estar na companhia de pessoas especiais. Mas têm horas... que o silêncio é muito bem-vindo. E, é nesse momento que prefiro ficar quietinha.




Evito gente calada, dois mudos no mesmo ambiente é exatamente desagradável. Graças a Deus sou rodeada de pessoas tagarelas: minha irmã, minha melhor amiga e meu namorado. Eles disparam a falar e eu penso: cadê o botão de desligar? O assunto nunca acaba, porém quando ficam calados, começo a me preocupar – estão doentes?

Já têm horas que o silêncio me sufoca de tal forma, que sinto a necessidade de sair dele. Ah, às vezes acordo tagarela, fico tão animada quando acontece! Disparo a falar – ninguém me segura. O silêncio já me pertence, disso eu não duvido, mas também é bom ser papagaio de vez quando.



9 comentários:

Aione Simões disse...

Oi Érica!
Apesar de muitas vezes me empolgar e falar demais, preciso das minhas doses de silêncio e solidão diárias, assim como você. Sou introspectiva em muitos aspectos e gosto de ser assim!
Beijão!

Érica Lopes disse...

Oi,Mi!
Também sou introspectiva! Olhando para você não parece, sabia?

O silêncio, é ótimo! Eu não o troco por nada!

Beijão

Marco Antonio disse...

Boa noite Érica,

As vezes isso acontece, faz parte dos nossos dias....gostei muito do post...abçs.


http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

Marli Carmen disse...

Érica, sou uma tagarela...mas me identiquei com seu texto..pq eu adoro o silêncio, ficar quieta...é tão ficar ficar conosco, vc ñ acha?
Beijinhos
http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

Luks Vieira disse...

As vezes sair da rotina faz parte, principalmente para sair da monotonia... Mas nada melhor que um ambiente bem calminho, simplesmente tudo de bom!...rs.
Att.,
Luks

Érica Lopes disse...

Marli,
É muito ficar conosco, eu gosto sim!

Luks,
Eu adoro a tranquilidade!

Obrigada pelos comentários pessoal!

Paloma Viricio disse...

Olá Érica! Saudades daqui, hein?! Ai...adoro seus textos e concordo que o silêncio é muito bom. Não é atoa que dizem: Deus nos deu duas orelhas e uma boca. É para falarmos pouco e ouvirmos mais! Adorooo. E não esqueci da música para o seu livro, não!
Beijos!
Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

camila disse...

Oi Erica, eu também sou assim!! ^^
Adoro ficar no meu mundinho.. e estou sempre prestando atenção ao meu redor!!
Adorei suas palavras!!

beijos
http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

Marcelo disse...

Gostei muito do seu Blog, cheguei até ele por intermédio do site PerSe. Gostaria de te parabenizar pelos posts; a verossimilhança que senti por este texto foi imensa. Realmente, duas pessoas solitárias e caladas no mesmo espaço da angústia. Fico me perguntando no que a pessoa está pensando, e isso não é mais estar solitário. É estar intrigado.

Enfim, não quero te incomodar, mas gostaria de fazer três perguntas sobre o PerSe, pois vi o seu livro e gostaria de ser publicado, também.

1. O site é confiável? Não tem risco deles roubarem o teu escrito?

2. Quanto você ganha? Ou seja, qual é a vendagem? É difícil para se vender?

3. Quanto, efetivamente, eles cobram? Quanto eles retém do lucro obtido?

Pode me responder? Tenho 15 anos, já escrevi três livros e gostaria muito de ser publicado e, mais, lido. Meu e-mail: zaraya.gustavo@hotmail.com

Abraços e parabéns.

 

Primeiro Livro © 2012 - Todos os Direitos Reservados. Amanda Cristina