22 de setembro de 2011

Tudo passa?


Essa pergunta vem martelando na minha cabeça há muito tempo. Acredito que algumas coisas passam: fase difícil, sofrer por alguém, tristeza e alegria.

E o amor será que passa?

A ideia de durar para sempre depende do nosso comportamento, mas uma coisa é fato: amor não é nossa propriedade – dizer que ele vai passar ou durar é muito relativo.

Eu sou do tempo antigo, idealizo um amor igual aos dos filmes: eles se apaixonam com simples olhar, se casam numa igrejinha, tem lindos filhos e são felizes para sempre.



Seria tão bom que isso de fato acontecesse no século XXI, um dia li em algum artigo algo assim: O amor nos dias atuais; se comporta como perfume, fica por um tempo no ar e depois esvanece.

É difícil aceitar isso quando se acredita em príncipe encantado, mas a vida tem dessas coisas.

Certa vez, perguntei alguém muito especial:

— Você acha que o amor passa?

— Sim, tudo nessa vida passa... Disse convicto.

Balancei a cabeça e discordei

— Acho que certas coisas possam sim passar, mas o amor... O verdadeiro amor... É o único que permanece.

Como disse Carlos Drummond de Andrade, NÃO DEIXE O AMOR PASSAR!

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.









6 comentários:

Adriana Brazil disse...

Amiga que texto profundo!
Adorei! Amo tudo que se refere ao amor, dessa forma, branda, serena, simples.
Bem, eu acho que o amor é o único que permanece, sou daquelas que penso que o amor precisa ser vivido e não apenas sentido. Pra mim o amor não passa, se for o verdadeiro, ele permanece pra sempre.
Adorei.
bjs
Dri

- LoolaB disse...

Nháin, que texto mais lindo!
Emocionante, sincero e belo, ahazou.
Meus parabéns!

E aquilo que é verdadeiro, jamais acaba, seja amor, amizade ou qualquer sentimento. Contanto que seja de verdade, não acaba.

:D

@pirulitolimao

Érica Lopes disse...

Oi amiga, o amor é algo tão bonito, com certeza ele é o que nos move ;)

Oi Loola, adorei o que disse, qdo algo é verdadeiro jamais passaa! Obrigada pela visita!

Beijokas meninas:)

Pah disse...

Oi Érica, gostei do seu blog, e seu texto está lindo!

Concordo com você, o amor não pode passar, não o verdadeiro, e me arrisco a dizer que se passar é porque não era para ser... Tbm sonho com um amor de filme, acho que toma mulher espera por isso.

Beijos

Pah, Livros & Fuxicos

Aione Simões disse...

Oi Érica!
Que texto lindo!
Como você, faço parte da antiga geração romântica e também acho que o amor, quando verdadeiro, permanece.
Como disse a Pah, acho que toda mulher sonha com um amor de filme!
Beijos!

Érica Lopes disse...

Oi Aione, obrigada querida!
Pois é, mesmo sabendo que principes encantados não existe eu ainda assim prefiro acreditar!

Você é uma fofa, obrigada pela visita!

Beijokas

 

Primeiro Livro © 2012 - Todos os Direitos Reservados. Amanda Cristina