25 de março de 2011

Arriscar...

Essa semana para mim é a semana da “reflexão”, daqui alguns dias vou ficar mais velhinha (rs) e isso  talvez esteja contribuindo para o momento Eu! Arriscar ou continuar com medo? Mesmo se a escolha que fez não foi a mais correta, temos que arriscar. Porque o medo de não tentar, além de nos prejudicar, interferi bruscamente em nossas vidas. Com isso, resolvi que daqui por diante vou arriscar! Talvez as conseqüências não possam ser tão boas, como espero. Mas se dê certo, o crédito vai ser só meu.

Boa leitura!

Numa terra em guerra havia um rei que causava espanto. Sempre que fazia prisioneiros, não os matava: Levava-os a uma sala onde havia um arqueiro do lado de uma imensa porta de ferro, sobre a qual viam-se gravadas figuras de caveiras cobertas por sangue. Nesta sala ele os fazia enfileirar-se em círculo e dizia-lhes então:

-Vocês podem escolher entre morrer a flechadas por meus arqueiros ou passarem por aquela porta que será trancada logo após sua passagem.

Todos escolhiam serem mortos pelos arqueiros. Ao terminar a guerra, um soldado que por muito tempo servia ao rei se dirigiu ao soberano:


- Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?

- Diga soldado.

- O que havia por de trás da assustadora porta?

- Vá e veja você mesmo.

O soldado então abre vagarosamente a porta e, na medida em que o faz, raios de sol vão adentrando e clareando o ambiente. E, finalmente, ele descobre, surpreso, que a porta se abria sobre um caminho que conduzia à LIBERDADE!!! O soldado, admirado, apenas olha seu rei, que diz:

- Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a se arriscar a abrir esta porta.


   Érica Lopes

3 comentários:

Adriana Brazil disse...

Muito linda sua reflexão amiga!
Espero que vc continue trazendo textos assim para pensarmos um pouquinho, já que a vida sempre é de desafios.

bjuus

Érica Lopes disse...

Pode deixa! rsrs

Bom saber que você gostou amiga!

Beijokas

Adriana Brazil disse...

Amiga, mas um selinho pra vc no meu blog!
É a sua cara! Dps passa lá!

bjuus

 

Primeiro Livro © 2012 - Todos os Direitos Reservados. Amanda Cristina