10 de fevereiro de 2016

Capa: Londres - Quando passado e o presente se encontram





Terminou de escrever um livro? Que maravilha! Só que não.

Pelo menos eu leio e releio meus livros um milhão de vezes, mudo uma coisinha ou outra (claro sem perder a essência), aí você manda o livro para revisão para dá aquele trato. Mas tem também a capa, divulgação, patrocínio...

É, e você que achou que fosse fácil ser escritor, não é?

Ser escritor não é só sentar o bumbum na cadeira, ficar em frente ao computador e escrever; você precisa ser criativo, curioso, sensível e maluco. Não é todo dia que a criatividade resolve te visitar, se você é criativo every day, me passa a receita, okay? Tem dias que ela faz falta.

Eu sou muito curiosa, tenho sede de aprender, sem dúvida as pessoas tem muito a nos ensinar. Fazer poesia é fácil, mas brincar com as palavras e transformá-la em poema... Tem muito amor envolvido – só quem ama a escrita como um escritor – entende do que eu estou falando. Nós somos malucos de pedra, nossos personagens dominam nossa mente, entram no sono, nos acordam durante a noite.

Quer saber de uma? Eu gosto desse mundo, amo cheirar um livro, entrar em numa livraria só para apreciar. Coisa de maluco, mas é bom demais! Mal posso esperar para cheirar, segurar e abraçar meu filho!

Fiz esse post no intuito de mostrar a capa do meu segundo livro, não ficou linda? Mãe coruja mesmo! Agora só falta revisar entre outras coisinhas.




O que acharam da capa? Já leram Londres I? Não.Estão esperando o que? rs.

1 comentários:

Marco Antonio Marco Antonio Sousa da Silva disse...

Olá Érica tudo bem?

Com certeza ser escritos não deve ser fácil mas é um sonho de muito e um dom de poucos, a capa realmente está linda e meia retrô, adorei...parabéns.....bjs.


devoradordeletras.blogspot.com.br

 

Primeiro Livro © 2012 - Todos os Direitos Reservados. Amanda Cristina